Eleições

CHAPA: DINAMISMO E ÉTICA  (Mandato 2018 – 2020)

Conselheiros Regionais Efetivos:

  • Marcos Antônio Moreira Calheiros – registro Nº 308
  •  Josildo Medeiros Lima – registro Nº 225
  •  Mário Humberto Lima Silva – registro Nº 900

Conselheiros Regionais Suplentes:

  • Everaldo de Souza Barbosa – registro Nº 555
  • Paulo Prazeres Ramalho de Castro – registro Nº 70
  • Rômulo Batista Sales – registro Nº 975

Delegado – Eleitor junto ao COFECON

Efetivo: Hermann Braga de Lyra Junior – registro Nº 234

Suplente: Denivaldo Targino da Rocha – registro Nº 250

 

PROPOSTAS:

 

1 – Formação e Mercado de Trabalho;

2 – Realização de Cursos, Palestras e Seminários;

3 – Realização de Eventos;

4 – Parcerias com Empresas e Órgãos;

5 – Ampliação do Relacionamento com Estudantes e Universidades;

6 – Valorização dos Economistas;

7 – Regularização e Reforma da sede do CORECON-AL;

8 – Relacionamento com o Setor Privado;

9 – Implantação do Programa Excelência em Gestão;

10 – Redução da Inadimplência;

11 – Restauração e Ampliação da Biblioteca e Videoteca

Acompanhamento e Avaliação

O Programa de Trabalho proposto para 2018 foi elaborado com o objetivo de permitir um acompanhamento sistemático de cada área temática proposta através de reuniões com os responsáveis.

 

CHAPA: RENOVA CORECON  (Mandato 2018 – 2020)

Conselheiros Regionais Efetivos:

  • Marcelo José Gonçalves de Alencar  – registro Nº 1010
  •  Sandra Morais Pereira – registro Nº 1012
  •  Antônio Lúcio da Silva – registro Nº 993

Conselheiros Regionais Suplentes:

  • Gilberto Gomes da Silva Junior – registro Nº 938
  • Isaac Newton Ferreira e Silva – registro Nº 970
  • Wilma Clebja da Silva Santos – registro Nº 952

Delegado – Eleitor junto ao COFECON

Efetivo: Leandro Gregório Rocha da Silva – registro Nº 1000

Suplente: Stanley Wagner Lins dos Santos – registro Nº 931

 

PROPOSTAS:

 

1 – Intensificar a fiscalização da profissão, onde, um dos principais objetivos será impedir possíveis invasões no campo de atuação  do Economista nos setores Público e Privado;

2 – Pleitar junto as Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas e Prefeituras, a ampliação de cargos de competência do Profissional Economista nos Editais de provimento de vagas para o setor público;

3 – Implantar o Projeto CORECON-AL, nas escolas, com o objetivo de ressaltar a importância da profissão e estimular a procura pelo Curso de Ciências Econômicas;

4 – Incentivar a abertura do Curso de Ciências Econômicas nas Faculdades Particulares do Estado;

5 – Estreitar o relacionamento institucional entre o CORECON-AL e a Universidade Federal de Alagoas;

6 – Promover e incentivar Eventos (debates, palestras, cursos, premiações, homenagens e gincanas) sobre Ciências Econômicas com realizações na Capital e nos Municípios adjacentes;

7 – Ampliar a oferta de cursos de capacitação continuada;

8 – Buscar parcerias com a mídia, para difundir as ações do Conselho e dos seus Economistas Registrados;

9 – Criar o Canal do Economista;

10 – Institucionalizar o gerenciar do site CORECON-AL, levando comodidade e permitindo acesso, informações, boletos, registros provisórios, cadastro e tudo que for relacionado aos Economistas, de forma  prática e ágil;

11 – Incluir o CORECON-AL nas redes sociais (YOUTUBE, FACEBOOK, WHATSAPP e INSTAGRAM), ampliando a comunicação e a divulgação;

12 – Buscar e ampliar parcerias e convênios que permitam descontos especiais nas empresas;

13 – Incentivar as Empresas, a contratarem os Acadêmicos com Registros Provisórios nas áreas afins;

14 – Gerar o Registro Provisório dos Acadêmicos de Ciências Econômicas, a partir do 5º Período.