Geladeira, televisão e até drones: saiba quais são os produtos mais desejados da Black Friday

Geladeira, televisão e até drones: saiba quais são os produtos mais desejados da Black Friday

- in Notícias
0
Comentários desativados em Geladeira, televisão e até drones: saiba quais são os produtos mais desejados da Black Friday

Com a Copa do Mundo, muitos descontos oferecidos na Black Friday foram antecipados pelas principais companhias varejistas

Liliane de Lima

Magazine Luiza, Via, Americanas
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Moraes

Black Friday — que acontece na sexta-feira; dia 25 — tem um incentivo especial neste ano: a Copa do Mundo. A excepcionalidade deve favorecer as vendas no comércio e resultar em um faturamento recorde, segundo projeções da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Em uma pesquisa recente, a instituição estima que a Black Friday de 2022 “deverá movimentar R$ 4,21 bilhões e registrar a maior movimentação financeira desde que a data foi incorporada ao calendário do varejo nacional em 2010”.

Caso as expectativas se confirmem, o faturamento das vendas deve registrar uma alta de 1,1% neste ano — descontada a inflação —,  em comparação com o evento de 2021. No ano passado, o dia de descontos resultou em R$ 4,17 bilhões em vendas no Brasil.

“A facilidade de comparação de preços on-line em uma data comemorativa caracterizada pelo forte apelo às promoções evidencia a tendência de aumento expressivo deste evento do calendário do varejo quando comparado às demais datas, especialmente, nos espaços virtuais”, afirma Fabio Bentes, economista responsável pela pesquisa da CNC.

A Black Friday é a quinta data mais importante para o varejo. O evento comercial fica atrás de Natal, Dias das Mães, Dias das Crianças e Dia dos Pais, de acordo com a CNC.

 

Produtos mais desejados na Black Friday 

Com o impulso da Copa do Mundo, um dos itens mais desejados nesta Black Friday é a camisa da seleção brasileira.

Segundo a Pesquisa Black Friday 2022, do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo & Mercado do Consumo (Ibevar), as vendas do “uniforme brasileiro” devem representar uma alta superior a 1724%, por conta da eventualidade.

Excluindo a camiseta da seleção, entre os itens mais desejados estão:

  • Geladeira;
  • Smartphones — o que inclui o iPhone, da Apple;
  • TV;
  • Tablet;
  • PlayStation 5 e Xbox;
  • Aspirador de pó;
  • Notebooks;
  • Máquinas de lavar;
  • Drones;
  • Panelas elétricas;
  • Cafeteira elétrica;
  • Ar-condicionado;
  • Micro-ondas.

Disputa acirrada

Com a Copa do Mundo se aproximando, os descontos oferecidos na Black Friday têm sido antecipados pelas principais companhias varejistas. Amazon, Magazine Luiza, Shopee, Mercado Livre e Lojas Americanas são alguns exemplos, que começaram o “esquenta” no dia 11 de novembro — a “Black Friday Chinesa”.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), os segmentos de móveis e eletrodomésticos (R$ 1,09 bilhão) e de eletroeletrônicos e utilidades domésticas (R$ 0,92 bilhão) deverão responder por quase metade (48%) da movimentação financeira prevista neste ano, o que corresponde ao faturamento de cerca de R$ 2,01 bilhões.

 

As redes de hiper e supermercados, vestuário, calçados e acessórios também devem se destacar e faturar, em conjunto, pouco menos de R$ 1,7 bilhão.

Neste ano, outro fator também pode acelerar as vendas: a inflação, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Isso porque houve um alívio significativo no dado ao longo dos últimos meses.

Segundo a divulgação mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), a inflação de outubro avançou 0,59%, após três meses consecutivos de queda — recuo de 0,68% em julho; de 0,36% em agosto e de 0,29% em setembro. O IPCA acumulado no ano está em 4,7%, Já nos últimos 12 meses, a taxa aponta alta de 6,47%.

“A desaceleração dos preços tende a elevar o potencial de descontos da Black Friday neste ano, favorecendo, com maior intensidade, a prática de descontos efetivos em relação ao mesmo evento de 2021”, aponta Bentes, na pesquisa da CNC.

Produtos com mais descontos 

Por fim, a CNC apontou quais devem ser os produtos com os maiores descontos na Black Friday 2022.

 

A partir de um levantamento diário dos preços dos 180 itens mais buscados na internet entre os últimos 40 dias (encerrados em 7 de novembro), a instituição agrupou os produtos desejados em 36 grupos e estimou a variação dos valores no período determinado.

Dos itens pesquisados, 39% revelaram tendência de redução dos preços — ou seja, com maiores descontos. Em geral, calçados, lavadora de roupa, relógios inteligentes (smartwatches), fones de ouvido e purificadores de água são alguns dos produtos “apostas” da CNC, no quesito descontos.

Confira a lista completa a seguir, com a variação dos preços nos últimos 40 dias:

  • Sapato Masculino (-17%);
  • Lavadora de Roupas (-13%)
  • Smartwatch (-10%)
  • Fone de ouvido (-8%)
  • Purificador de água/Filtro (-7%)
  • Aspirador de pó e água (-6%)
  • Impressoras e Multifuncionais (-3%)
  • Notebook (-3%)
  • Monitor (-3%)
  • Jogos/Videogame (-2%)
  • TVs (-2%)
  • Tablet (-2%)
  • Joystick (-1%)
  • Cafeteira Elétrica (-1%)
  • Celular e Smartphone (1%)
  • Console Videogame (1%)
  • Caixa de Som Bluetooth (1%)
  • Ar condicionado (2%)
  • Tênis Masculino (3%)
  • Smart TV Box (3%)
  • Calçado Feminino (4%)
  • Micro-Ondas (4%)
  • Drones (5%)
  • Tênis Feminino (5%)
  • Fogão (5%)
  • Camiseta Masculina (7%)
  • Fritadeira Elétrica (7%)
  • Camiseta Feminina (8%)
  • Perfume Feminino (9%)
  • Ventilador/Circulador (9%)
  • Calça Masculina (11%)
  • Calça Feminina (11%)
  • Hidratante (11%)
  • Geladeira (12%)
  • Perfume Masculino (22%)
  • Protetor Solar e Bronzeador (22%).

Fonte : SD

You may also like

Preços do petróleo caem 2% com expectativa de alta nos juros dos principais BCs

Por Reuters O petróleo nos EUA (WTI) caiu 1,78