PIS/Pasep: quem tem direito a sacar o abono salarial e qual é o calendário de pagamento?

PIS/Pasep: quem tem direito a sacar o abono salarial e qual é o calendário de pagamento?

- in Últimas Notícias
0
Comentários desativados em PIS/Pasep: quem tem direito a sacar o abono salarial e qual é o calendário de pagamento?

carteira de trabalhoDireito de imagemGETTY IMAGESImage captionPagamento do abono salarial é liberado aos poucos; para trabalhador da iniciativa privada, data de pagamento depende do mês de nascimentoQual é o calendário de pagamento do abono salarial em 2020? Quem tem direito e qual é o valor desse benefício? Como sacar? E o que acontece se o trabalhador perder o prazo?

Com base em informações do governo federal, da Caixa e do Banco do Brasil, a BBC News Brasil traz as respostas para as principais perguntas sobre o abono salarial do PIS/Pasep.

1. Quem tem direito ao abono salarial?

Para ter direito ao abono salarial, o trabalhador precisa atender às seguintes condições:

– Ter trabalhado durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, e ter recebido um salário médio mensal de até 2 salários mínimos durante o ano-base;

– O empregador precisa ser contribuinte do PIS/Pasep e precisa informar corretamente os dados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);

– Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos 5 anos.

2. Qual é o calendário de pagamento do abono salarial?

Anualmente, o calendário é definido pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), que é o gestor do FAT, fundo que custeia o abono salarial e o seguro-desemprego.

O que está em andamento hoje é o calendário 2019-2020, cujo ano-base é 2018.

PROPAGANDA

Para os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), a data de pagamento depende do mês de nascimento.

Quem nasceu de julho a dezembro já teve o pagamento liberado em 2019. Para os que nasceram de janeiro a junho, a liberação ocorre em 2020, conforme a tabela a seguir:

tabela: para quem nasceu em janeiro e fevereiro, liberação é em 16/1; para nascidos em março e abril, pagamento começa em 13/2 e, para quem nasceu em maio e junho, dia 19/3.Direito de imagemMINISTÉRIO DA ECONOMIAPara os funcionários públicos, vinculados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), o critério é o dígito final do número de inscrição do Pasep.

Já tiveram a liberação do pagamento do abono salarial em 2019 os que tinham inscrições com finais de 0 a 4. Para as inscrições com finais de 5 a 9, os pagamentos ocorrerão em 2020, conforme o calendário:

tabela: para inscrição com final 5, liberação é em 16/1; com final 6 e 7, pagamento começa em 13/2 e, com final 8 e 9, dia 19/3.Direito de imagemMINISTÉRIO DA ECONOMIA

3. Qual é o valor do abono salarial?

O valor do abono salarial é proporcional ao tempo de serviço do trabalhador no ano-base. Quem trabalhou o ano inteiro recebe um salário mínimo (o valor considerado é o do salário mínimo vigente na data do pagamento).

Para quem trabalhou um período menor, o benefício também é inferior: o valor é o número de meses trabalhados multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo vigente na data do pagamento. Nos pagamentos feitos em 2019, por exemplo, quem trabalhou apenas um mês recebeu R$ 84.

4. Como sacar o abono salarial?

O pagamento do abono salarial referente ao PIS (iniciativa privada) é feito pela Caixa Econômica Federal. Quem tem o Cartão Cidadão pode fazer o saque nos caixa eletrônicos do banco, Correspondentes Caixa Aqui e lotéricas.

Quem não tem o cartão deve procurar uma agência da Caixa e apresentar um documento oficial e original de identificação. Se o trabalhador tiver conta na Caixa, pode ter o benefício depositado.

fachada de agência da CaixaDireito de imagemFERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASILImage captionPagamento do abono salarial referente ao PIS é feito pela Caixa; e o abono referente ao Pasep é pago nas agências do Banco do BrasilO abono referente ao Pasep (servidores públicos) é pago nas agências do Banco do Brasil. Os correntistas e poupadores do banco podem receber por meio de crédito em conta e os demais podem realizar transferência para conta de mesma titularidade em outro banco ou fazer o saque na agência do BB, mediante a apresentação de um documento de identificação.

No caso de falecimento do titular beneficiário do abono salarial, o pagamento ocorre por meio de alvará judicial, que deve conter a identificação completa do representante legal e o ano-base do abono salarial.​

5. Para onde vai o dinheiro se o trabalhador não sacar?

Tanto para o PIS quanto para o Pasep, os pagamentos do abono salarial referente ao ano-base 2018 podem ser feitos até 30 de junho de 2020. Se o trabalhador não fizer o saque dentro do calendário, o valor é devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador.

You may also like

Senado dos EUA aprova acordo comercial da América do Norte, mas Canadá ainda precisa validar

Por Andrea Shalal Bandeiras do México, EUA e