Proposta para permitir que escolas religiosas rejeitem alunos gays causa controvérsia na Austrália

Proposta para permitir que escolas religiosas rejeitem alunos gays causa controvérsia na Austrália

- in Lateral
0
Comentários desativados em Proposta para permitir que escolas religiosas rejeitem alunos gays causa controvérsia na Austrália

Celebração da aprovação do casamento gay na AustráliaDireito de imagemGETTY IMAGESImage captionO casamento de pessoas do mesmo sexo foi autorizado na Austrália no ano passado

O governo da Austrália está revisando as leis de liberdade religiosa e de discriminação sexual e estuda um pedido para que escolas possam recusar alunos, professores e funcionários gays.

Há pressão para o país alterar a legislação para permitir que instituições religiosas de ensino selecionem estudantes e funcionários com base na orientação sexual e identidade de gênero. Isso já acontece em algumas escolas de alguns Estados australianos, mas as mudanças seriam estendidas a todo o país.

Segundo o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, cada proposta do relatório de revisão da legislação está sendo considerada cuidadosa e respeitosamente.

Considerado como um político da ala mais conservadora do Partido Liberal, ele assumiu o cargo em agosto. Antes disso, chegou a ser ministro da Imigração e Proteção das Fronteiras e ajudou a implementar políticas mais duras de controle à imigração ilegal no país.

A Fairfax Media, um dos principais grupos de comunicação da Austrália, teve acesso a cópia do relatório, que foi produzido depois que o país decidiu legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no ano passado.

You may also like

Planos de saúde propõem atendimento priorizando médicos de família

Por Leo Rodrigues – Repórter da Agência Brasil